Quarta-feira, 25 de Julho de 2007

Para Uma Mulher Muito Especial

 

Coração Perfeito

 

Este coração é perfeito,

É o teu.

Que perfeito coração,

Com quarenta anos convividos,

Comigo, em comunhão.

O tempo implantou-lhe

Quatro pedras,

Preciosas,

Calorosas,

Inquietas,

Serenas.

O rubi encarnado. A tua devoção.

A safira azul. A tua ternura.

A esmeralda verde. A tua fidelidade.

O diamante. A fibra dos teus afectos,

A poeira das estrelas,

Que te leva à eternidade.

Comigo.

 

Nos 63 anos de idade e nos 40 anos convividos

 

Beijinhos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Publicado Por... mitoseritos às 17:20
LINK do Registo | Comente | Ver os Comentários (1) | Adicionar aos Favoritos
|
Sábado, 21 de Julho de 2007

Lisboa:Cafés com História

 

Ainda resistem alguns Cafés com História.

 Em Coimbra resiste o Santa Cruz.

Em Lisboa, o Nicola e A Brasileira.

Que bem sabe tomar um «cafézinho» nestes lugares especiais !...

Passei pela A Brasileira,

E ouvi cantar o fado.

Que voz celestial(!),

Tinha esta idosa brejeira,

Acompanhada por musical,

Numa cassete gravado.

Quem serás tu, velha cantadeira?

 

 

Publicado Por... mitoseritos às 17:30
LINK do Registo | Comente | Adicionar aos Favoritos
|
Quarta-feira, 18 de Julho de 2007

Museu Colecção Berardo

Fui ver  ao CCB visitar o Museu Colecção Berardo que "oferece uma visão global, um panorama da criação nas artes plásticas do século XX e início do século XXI, em especial na arte europeia e americana. Traduz toda a riqueza da história, dos estilos, das origens e dos suportes e técnicas das obras da colecção." Ali estão representados grandes conceitos: a Abstracção, a Figuração, o Surrealismo, a Arte Pop, o Hiper-Realismo, a Arte Minimalista, a Arte Conceptual, a escultura, a fotografia e outras.

A extensa colecção ocupa um espaço enorme, quase o CCB ( daí as criticas de  Mega Ferreira?), mas merece ser visitada. Eu que sou leigo na matéria e apreciador, dito senso comum, gostei. As visitas são gratuitas até ao fim do ano, e é de aproveitar esta oportunidade para colar os olhos a um Vieira da Silva, Paula Rego ou Picasso.

Como é permitido durante a visita tirar fotografias, aqui ficam algumas delas para os amigos  que nos visitam. 

 

 

 

 

 

 

Para ver mais, CLIK,

http://www.fliptrack.com/watch/kaYZPaa1wd

Publicado Por... mitoseritos às 18:25
LINK do Registo | Comente | Adicionar aos Favoritos
|
Terça-feira, 17 de Julho de 2007

VIDEO

VEJA O MEU PRIMEIRO VIDEO.

PROMETO QUE VOU MELHORAR.

 

http://www.fliptrack.com/watch/JwXD9lGwZz

Publicado Por... mitoseritos às 23:54
LINK do Registo | Comente | Adicionar aos Favoritos
|
Segunda-feira, 16 de Julho de 2007

O Corpo Humano como nunca o viu

Fui ver a exposição "O Corpo Humano como nunca o viu", e fiquei maravilhado. O nosso corpo é de facto, mais complexo e maravilhoso de que qualquer computador, por mais sofisticado que se apresente.

Muitos de nós  não sabemos o que temos debaixo da pele-como funciona o corpo, do que necessita para sobreviver, o que o destrói, o que o reanima. Ali se observa tudo,  minuciosamente e rigorosamente apresentado. Naquele espaço, toda a gente vê o corpo humano como nunca o imaginou!

 E é pena que nem todos o possam ver, porque a exposição tem um senão:é muito cara.

 E ainda dizem que o acesso à educação e cultura está democratizado...Falsa verdade.

 

Publicado Por... mitoseritos às 21:27
LINK do Registo | Comente | Ver os Comentários (1) | Adicionar aos Favoritos
|
Sábado, 14 de Julho de 2007

Memórias de bem cavalgar

A Geninha prepara-se para o treino de bem cavalgar

Os primeiros cumprimentos ao Marquês

Adoçando a boca ao Marquês

Início da preparação do Marquês

Apetrechando o Marquês

Treino I

Treino II

Cavalgando I

Cavalgando II

Cavalgando III

Um passeio

Publicado Por... mitoseritos às 17:42
LINK do Registo | Comente | Adicionar aos Favoritos
|
Quinta-feira, 12 de Julho de 2007

Exposição "Olhar a Guerra Educar Para a Paz"

O Café Santa Cruz em Coimbra, espaço onde se realizou a Exposição "Olhar  a Guerra Educar Para a Paz", está localizado paredes-meias com a Igreja de Santa Cruz, e projecta-se, ufano, para o velho Largo que foi de Sansão. Foi uma referência de Coimbra pela qualidade da sua gastronomia. Alturas houveram, que chegou a ser o restaurante preferido dos grandes industriais e comerciantes, de muitos médicos estimados e advogados de nome feito na praça de Coimbra. Os viajantes endinheirados, que vinham à Cidade, era certo e sabido que comiam no Santa Cruz do muito conhecido Adriano, homem que gostava de cuidar bem dos seus fregueses.

Ali se podiam encontrar os melhores manjares, que faziam salivar de prazer os mais exigentes,e sempre fornecidos em gabinetes isolados, ou, ao fundo da ampla e histórica sala, que foi Igreja. Havia a preocupação de servir e vender aprimorados chás, pastelaria fina e os cafés dos melhores lotes. Os serviços de casamentos, baptizados e bailes da Queima das Fitas, providos pelo Café, eram afamados na década de 40, bem como os concertos, que nalgumas tardes eram animados por orquestras Jazz de Coimbra.

Muita gente o conhecia pelo Café dos «Passarões», já que o seu frontispício era aformoseado por pássaros avantajados. Também associou a si, os mitos e os ritos dos «futricas», e consignou, como insígnia sua, o glorioso clube União de Coimbra.

Pouco a pouco, foi perdendo esta hegemonia gastronómica e simbólica, passou por adversidades diversas, e acabou por ser café, quase em exclusivo. Apesar de todas as transformações e vicissitudes, continua a despertar os mesmos sortilégios aos seus habituais ou fugazes frequentadores. Proclamo-lo como um «Café com História», mas poderá muito bem ser também designado «Café com Charme», «Café de Luminosidade Serena», «Café com Biografia», com «Magia», «Fascinação», «Encantamento».

           É por causa de todos estes atributos, que não se pode deixar morrer este recinto singular que encerra um naco de história de Coimbra:- local onde se cruzaram conversas eruditas e populares, cavaqueiras sóbrias ou irreverentes, pelas vozes de professores, advogados, médicos, engenheiros, industriais, comerciantes, simples operários ou populares «teóricos» da bola. Foi também um reduto de artistas, escritores, intelectuais, pintores e escultores, sítio de parança para discutir e palestrar,  falar com o outro,  esperar pelo amigo para jogar o «trinta e um», ou deglutir o belo «Bife à Santa Cruz», com molho de café.

            Esta atmosfera naturalista – regionalista, como a entende Manuel Bontempo, não pode morrer, em memória a homens que muito gostavam dela, como por exemplo, Vitorino Nemésio, que aqui tomava o seu café em 1950, a 1$20.

                                                                                                                                                                                         Esperamos que a nova geração que dirige o Café, o revitalize e o conforme às novas realidades, ainda que sem adulteração, fazendo dele um espaço de animação e divulgação cultural com futuro. Há muita gente jovem que gosta deste Café – Espaço de Cultura. Nós também. Por isso  o escolhemos para receber os antigos combatentes do BCAV/3871!...

  

 

 Exposição "Olhar  a Guerra Educar Para a Paz"

Exposição "Olhar  a Guerra Educar Para a Paz"

 A  Exposição Para Quê?E o Livro?

 Companheiros da CCS/BCAV 3871 que Vieram à Exposição e ao Lançamento do livro

 

 

 Companheiros da CCAV 3487/BCAV 3871 que Vieram à Exposição e ao Lançamento do Livro

Companheiros da CCAV 3486/BCAV 3871 que Vieram à Exposição e ao Lançamento do Livro

Companheiros da CCAV 3488/BCAV 3871 que Vieram à Exposição e ao Lançamento do Livro

Olhar a Guerra Educar Para a Paz

 

Há mais de trinta anos, os jovens Capitães de Abril fizeram uma Revolução com cravos para restituir ao povo português a liberdade que lhe havia sido sonegada e acabar com a Guerra Colonial.

 Tivemos o privilégio de assistir, nesse dia 25 de Abril, ao amanhecer de um país livre e de ouvir, nessa madrugada, as trombetas que assinalavam o fim da guerra. Os nossos  netos, já são filhos da liberdade e do som longínquo dos clarins.

Para muitos, agora à distância, a guerra parece leve, insignificante, sem consequências, mas não foi. Para ela partiram, obrigados, muitos dos jovens de então, hoje avós. Viveram uma contenda de horrores, de isolamento, de separações, de mortes, feridos e.estropiados. Pertenceram a uma juventude espoliada da liberdade de escolha do seu modo de viver.

Ainda nos dias de hoje, os resquícios dessa malfadada guerra teimam em não os abandonar. Silenciosamente, mantém-se presentes em muitas famílias, sob o disfarce da violência familiar, do alcoolismo, do stress de guerra. Ainda anda por aí, como fantasma, assediando-nos a todo o momento.

Convido-vos, pois, a OLHAR essa guerra. Olhar e reflectir.

Estou certo(a) de que no final desses OLHARES, todos vão concluir que é bem melhor Viver em Paz e Educar Para a Paz.

 Nós que somos muitos desses ex-combatentes, temos a obrigação de cultivar a Paz e indignarmo-nos com a Guerra, já que mais não seja em  memória de muitos dos que lá pereceram.

(Palavras de apresentação da exposição/Inácio Nogueira)

 

Muito obrigado por terem vindo.

 

Publicado Por... mitoseritos às 16:58
LINK do Registo | Comente | Adicionar aos Favoritos
|
Sábado, 7 de Julho de 2007

CCAÇ 16/ Bachile/ Guiné/1970/Companhia de Guineenses

"Se serviste a Pátria e ela vos pagou com ingratidão,

vós fizestes o que devíeis,

e ela o que costuma."

Padre António Vieira

 

Imagens Faladas

 

Bachile/Guiné. Vista geral do quartel

 

Bachile não era muito mais que meio palmo de terra, rodeado de arame farpado, com garrafas vazias de cerveja penduradas aos pares e atadas pelo gargalo. Ao mais pequeno estremeção, elas emitiam acordes de guerra, avisando-nos da aproximação do inimigo. O resto eram barracas de adobes com telhados de zinco, valas e abrigos. O que enchia tudo isto era a esperança de que alguma coisa não nos abrisse a carne, que não houvesse bicadas de estilhaços nas nossas tripas.

 

Bachile/Guiné. Bar dos soldados

 

"Paramos um pouco nesta fatia de paraíso em pleno inferno da guerrilha.Só o tempo de um fraterno abraço, molhado de whisky, muito gelo e água de Vichy(...). Daqui por mais uns copos, leêm as cartas dos pais e das namoradas uns aos outros, assoalham as intimidades." (Cristóvão de Aguiar,"Ciclone de Setembro")

 

Bachile/Guiné.O duche colectivo

 

" Os soldados do último turno de reforço estão saindo dos seus postos de vigia.Trazem os cobertores à laia de capa sobre os ombros, que friorenta foi a noite e as primeiras horas da manhã. Dentro de algumas horas, anda toda a gente de tronco nu e de calções, num protesto contra a torreira que amortece os corpos e acicata o sexo"(Cristóvão de Aguiar, "Ciclone de Setembro")

 

Bachile/Guiné.Posto de sentinela-abrigo

 

"Aqui para o tempo, como um charco.

Aqui se enfia a vida num parêntises.

Aqui se morre, imprevista e avulsamente, em cada hora.

Que maravilha estar vivo, despachar umas cartas tontas, mijar a embriaguês inevitável,

dormir com o Tio Patinhas,(...)."(José Manuel Mendes, "Ombro Arma!")

 

 

Bachile/Guiné.Valas e Abrigos.

 

É já noite. Hoje resolvi não passar pelo meu abrigo. Vou para debaixo do mangueiro, fumo o meu cigarro e ponho-me a escutar as garrafas a tilintar na rede do aquartelamento.De vez em quando, uma ou outra rajada das sentinelas quebra o silêncio escuro da noite. Hoje não acontece nada. Esta noite nem sequer se ouvem rebentamentos ao longe. O PAIGC está de folga.E nós também.Ouvi-nos Senhor.

 

Bachile Guiné. Uma sanita

 

" Esperei em vão que as minhas tripas sossegassem: a cólica recuara apenas,enrolava-se toda num novelo e estava decerto apojando um bom jacto de diarreia.E agora pensei:vou borrar-me todo pelas pernas abaixo, como uma velha senhora na noite nupcial da sua morte; vou enrolar-me por dentro dos passos que chapinham no pântano, lá mais para a frente,enrolar-me ao som das asas de um morcego acordado à hora do crepúsculo; vou embrulhar-me com tudo isto e regressar depressa ao ovo quente e nocturno de minha mãe."(João de Melo,"Autópsia de um Mar de Ruínas")

 

Abertura da estrada Teixeira Pinto-Cacheu.Protecção aos trabalhos

 

Aqui tudo se faz em territórios com fronteiras difusas. Do lado de lá o medo; do lado de cá a coragem.É por isso que agora quero estar só,pela primeira vez só, e ainda só navegar, viajar ao fundo do tempo que por aqui vivi.

 

Bachile/Guiné.Uma operação para o Belengerez

 

Saídas para o mato.Operações.Terras de ninguém,onde se ia com a certeza de que não voltariamos sem mossa...entre a vida e a morte passa um fio de nada.

 

Imagens Legendadas

 

Bachile/Guiné.Morteiro 81 e Obus 10,5

 

 Estrada Bachile-Teixeira Pinto

 

 

Festas de Anos no Bachile

 

 

Combatendo o Analfabetismo

 

Entre a Escola e a Guerra

 

A        Caminho da mata de Carenque                                            Ponte Alferes Nunes

 

Vila de Teixeira Pinto

Um grupo de combate da CCAÇ16

 

Obras de arte da natureza

 

Pessoal metropolitano da CCAC16                      Uma das saídas do aquartelamento

 

 

                       Uma das casas do reordenamento de Churobrique. E já agora, eu!...

Publicado Por... mitoseritos às 22:58
LINK do Registo | Comente | Adicionar aos Favoritos
|
Sexta-feira, 6 de Julho de 2007

Biodiesel? Não é novidade...já conhecia!...

Durante toda a semana, muito se falou dos Biocombustíveis provenientes  de matérias orgânicas, como uma das mais badaladas alternativas ao petróleo.

Os principais biocombustíveis são hoje, o Bioetanol que se obtém a partir de açúcares ou produtos orgânicos como a beterraba, os cereais, o trigo e a cana de açúcar e o Biodiesel. Este biocombustível sintético, também conhecido como biogasóleo ou diester líquido, obtém-se a partir de gorduras naturais como azeites de palma, girassol, colza ou soja.

Há mais de trinta anos, eu vi(!), com os meus olhos(!), durante a guerra colonial na Guiné, as célebres viaturas pesadas portuguesas Berliet-Tramagal(que eram de uma utilidade extrema e «pau para toda a colher») utizarem óleo de palma como combustível, dadas as dificuldades de reabastecimento, que por vezes havia nalgumas zonas.

 A sobrevivência a quanto obrigas...e aguça o engenho e a arte.

Fala-se hoje tanto em inovação, querem melhor exemplo?Parabéns a esses inovadores de antanho. 

Publicado Por... mitoseritos às 17:09
LINK do Registo | Comente | Adicionar aos Favoritos
|

.Associação Tchiweka. Projecto Trilhos.

.Localização de Visitantes

ImageChef Word Mosaic - ImageChef.com
VocêDivulga - Tráfego de qualidade para seu site com rátio 1:1 VocêDivulga -->
Get your own Poll!
Bem vindo ao meu blog!

. Sou o Que Sou

.Procure Neste Blog

 

.Junho 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30

.Registos Recentes

. Palavras do Coronel e Esc...

. CAPITÃES DO FIM...DO QUAR...

. CAPITÃES DO FIM...DO QUAR...

. Votos amigos

. Votos amigos

. Fotografias do Doutoramen...

. Capitães do Fim

. Trabalho de Investigação

. Natal e Ano Novo

. Caros amigos

.Registos Passados

. Junho 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Abril 2015

. Dezembro 2014

. Setembro 2014

. Junho 2014

. Abril 2014

. Fevereiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

.tags

. todas as tags

.LINKS

Click for Coimbra, Portugal Forecast

.Música

Click for Coimbra, Portugal Forecast

Contador Grátis
Locations of visitors to this page
blogs SAPO

.subscrever feeds