Quinta-feira, 31 de Maio de 2007

Guerra nunca mais!...

 

 

Visite o nosso link e repita: Guerra nunca mais!

 

 

 

http://www.youtube.com/watch?v=_vurLtLNefg

Publicado Por... mitoseritos às 19:36
LINK do Registo | Comente | Adicionar aos Favoritos
|

Guerra nunca mais!

 ouça este video.

 

Guerra nunca mais!

Publicado Por... mitoseritos às 19:16
LINK do Registo | Comente | Adicionar aos Favoritos
|

Álvaro Gomes A propósito do livro " O «eduquês» em discurso directo"

"Que faz, então, correr Nuno Crato, para além de denunciar ou enunciaralgumas ideias gerais, banais, alguns truísmos, de puro senso comum? Que defende?

O seu pensamento pedagógico parece reduzir-se a isto: Abaixo as competências(que analisa tibiamente)! Vivam os conteúdos (que nunca equaciona)! Abaixo Rousseau (que muito poucos dos anti-rousseaunianos se deram ao cuidado de ler). Vivam os exames (que nunca problematiza)! Eis as linhas catequéticas ou apologéticas do seu pensamento. São os lemas que lemos neste livro. Mas isto será«ciência»ou «pastoral»?"

in, "Blues Pelo Humanismo Educacional?"

Publicado Por... mitoseritos às 16:15
LINK do Registo | Comente | Adicionar aos Favoritos
|
Quarta-feira, 30 de Maio de 2007

Nuno Crato versus Álvaro Gomes

Nuno Crato, in " O «Eduquês» em Discurso Directo"

 

(...)"Aqui vemos como a visão radical e dogmática do construtivismo se opõe à mecanização e memorização. NA REALIDADE, AS REGRAS PODEM COMEÇAR A SER MEMORIZADAS ANTES OU DEPOIS DA SUA COMPREENSÃO (LETRA GRANDE NOSSA).Depende dos casos.E,em muitas situações, a memorização deve ser incentivada.Depende dos casos, das matérias e das idades.Mas os preceitos dogmáticos acima citados aparecem sem qualquer restrição e são estendidos a todo o ensino básico.Fará algum sentido?(...)"

 

Àlvaro Gomes, in "Blues pelo Humanismo Educacional?"

 

(...) Lamenta a inoperacionalização didáctica da memória. Puro truísmo.Estamos, naturalmente, em plena concordância com ele.Mas diz alguma coisa, convincente, sobre ela? Nada.Problematiza algum aspecto?Nenhum.O estranho é que nem mostre, como compete a quem acusa, que, em todas as taxonomias, referidas na página 54(algumas delas com mais de quarenta anos), a memória constitui, justamente,o patamar fundamentante,os andaimes sin qua non, sendo o espírito crítico o respectivo zimbório.(...)"

Publicado Por... mitoseritos às 19:08
LINK do Registo | Comente | Adicionar aos Favoritos
|
Terça-feira, 29 de Maio de 2007

Nuno Crato versus Álvaro Gomes

Nuno Crato, in "O «Eduquês» em Discurso Directo"

 

(...)"Fica-se também a saber que as ideias da «escola nova» são velhas de mais de um século"(...).

(...) "Alguém pode duvidar da ubiquidade e da influência do romantismo pedagógico? Em Portugal e noutros países, este pensamento conseguiu uma proeza espantosa:uma perfeita aliança entre o idealismo romântico mais ingénuo, o construtivismo mais atávico e o mais cego dogmatismo da velha e caduca «escola nova»(...)."

Álvaro Gomes, in "Blues pelo Romantismo Educacional?"

 

"(...) Fica-se também a saber...quem? Poderemos  concluir  desta frase que Crato, afinal, não sabia? Terá sido preciso ler, em Ravitch (ano 2000!), que essas ideias têm mais de um século? Mas ter mais de um «século» significa ser «velho» ou ser «caduco»? Como designaria, então, Instituições que têm vários séculos ou outras, com milénios? Como pode tratar-se, com este desprezo, algo que nunca se equaciona, como veremos a partir da página 70? (...) Poderá dizer-nos quantos anos tem a escola dos herdeiros ou a escola velha (que tantos parecem admirar?(...)

(...)

(...) Com efeito,se há na educação ou no ensino da  Matemática «professores sem senso»( e não nos atrevemos a duvidar da sua palavra!), como é que eles chegaram "ali"? Que fizeram os «avaliadores» da Matemática?E quando, por exemplo, lança o ridículo sobre aquela professora que desconhecia «a queda dos graves», quem é que fez mal o seu trabalho? Foram as Ciências da Educação ou foram os professores da especialidade que não cumpriram o seu dever?

Não estará Nuno Crato a bater culpas no peito errado? Claro! Rende (e vende) mais falar de «eduquês»..."

Publicado Por... mitoseritos às 18:36
LINK do Registo | Comente | Adicionar aos Favoritos
|
Segunda-feira, 28 de Maio de 2007

Nuno Crato versus Álvaro Gomes

Nuno Crato, in "O «Eduquês» em Discurso Directo"

" O Ensino tem de formar elites, mas tem também de acompanhar os menos favorecidos ou menos dotados e apresentar-lhes vias alternativas."

Álvaro Gomes, in "Blues pelo Humanismo Educacional?"

"Note-se a diferença dos verbos nas expressões: «formar elites» vs. «acompanhar os menos favorecidos» (...) os menos favorecidos são, afinal, uma adversidade...Pois se há povos dispensáveis (numa feliz expressão de Adriano Moreira), por que razão não haveria pessoas dispensáveis? (...) Mas Crato parece esquecer que, como lembra Jackson, a via do progresso educativo se «assemelha mais ao voo de uma borboleta que à trajectória de uma bala»".

Publicado Por... mitoseritos às 17:44
LINK do Registo | Comente | Adicionar aos Favoritos
|
Sexta-feira, 25 de Maio de 2007

Controvérsias Álvaro Gomes Nuno Crato "Eduquês" e "Blues"

 

Nuno Crato, in "O «Eduquês» em Discurso Directo"

"Este livro não deixa pedra sobre pedra no edificio ideológico do «eduquês»"

"É a primeira obra do género no nosso país"

Álvaro Gomes, in "Blues pelo Humanismo Educacional"

" Teremos de lembrar-lhe, distraído professor, que não é? Lucien Morin antecedeu-o em trinta e três anos. O mérito ou o demérito desta ofensiva às Ciências da Educação não é, portanto, seu. O senhor limita-se a repetir. Não produz, reproduz.Não cria; retoma. Não propõe; repõe."

"(...)Jet Set da arrogância(...)concentrando os seus disparos em três ou quatro afirmações menos felizes, desastradas ou, mesmo,exóticas(ou,simplesmente,descontextualizadas)de outros tantos investigadores, este dir-se-ia, antes,um livro «nem»"

Publicado Por... mitoseritos às 16:08
LINK do Registo | Comente | Adicionar aos Favoritos
|
Quarta-feira, 23 de Maio de 2007

"eduquês" e blues

 

Nuno Crato escreveu o livro "O «Eduquês» em Discurso Directo" e vendeu milhares de exemplares. Desdobra-se em conferências e comunicações, e, é hoje, um dos salvadores da educação em Portugal, e, em particular, do ensino da  Matemática . Deixou em grande alvoroço muitos professores que o leram, pois, logo ali encontraram, a tábua miraculosa de salvação, que os libertaria de uma série de prosaicos intertenimentos da Pedagogia, que só serviram para apressar o descalabro em que se encontra o ensino em Portugal.

Li o livro e, mais uma vez, constatei, para não fugir à regra, que os grandes êxitos editoriais, não colhem as minhas preferências, desiludem-me, ficam todos àquem das minhas expectativas.

Ao abri-lo, dada a euforia que em seu redor se acolhe, pensei que encontraria o remédio para a doença crónica que atravessa o Sistema Educativo Português.Enganei-me.

Na minha modesta opinião, fui confrontado, apenas,  com um conjunto de doutas «opinionites», recheadas de senso comum que baste e salpicadas com as verdades de La Palice( propositadamente escrito desta forma), que qualquer um de nós pode escrever ou subscrever sem rebuço.

Depois, faz-se doutrina e quase ciência, partindo de quatro ou cinco declarações ou escritos infelizes de agentes educativos,que, ou são incompetentes, distraídos ou adeptos da politiquice educativa e do discurso demagógico.

E partindo destes pressupostos, que são casos e não universos fiáveis, constroe-se toda uma teoria babilónica, que mata Rousseau, espanca o construtivismo, fere o acto de aprender a aprender e o humanismo educacional e maltrata as Ciências da Educação e seus investigadores, que muitas vezes se apelida de "eduquês".

Bases ciêntificas para suportar tudo isto, poucas. Aliás, as referências bibliográfias, pecam pelas pobreza.

A apologia aos exames é uma das centralidades do livro, embora o discurso tenha pouca consistência ciêntifica.

Sobre competências a adquirir, pouco se diz.Sobre cultura, pouco se fala.Não é preciso!...

O professor Nuno Crato, não salvará o submerso Sistema Educativo Português. Não o fará vir à tona da água, apesar das re(edições)deste livro.Falta à doença diagnosticada, o pressuposto ciêntifico que lhe dê a cura e  a resultante de todas as forças para o manter vivo e em equilibrio estável.Desperdiça o humanismo educacional(se quizer chame-lhe romantismo) que aliado ao rigor dos processos, torna eficaz o acto educativo.Em qualquer lado e em qualquer lugar.

 

Obs1: Os doutos professores das Ciências da Educação ouviram tudo isto, sem uma queixa. Ainda bem que os apelidaram de "EDUQUÊS". BEM FEITA.

Obs2: Álvaro Gomes não se calou e contraditou Nuno Crato, no seu livro, "Blues Pelo Humanismo Educacional?"

Nos próximos Post vamos apresentar esse Frente a Frente.Vai ser empolgante.Não Percam.

Inácio Nogueira.

 

Publicado Por... mitoseritos às 21:51
LINK do Registo | Comente | Ver os Comentários (1) | Adicionar aos Favoritos
|
Terça-feira, 22 de Maio de 2007

Benidorm,terra de turismo intensivo:ir, ver, reflectir e não voltar.

Benidorm, terra de turismo intensivo: ir, ver, reflectir, não voltar.
Publicado Por... mitoseritos às 16:31
LINK do Registo | Comente | Adicionar aos Favoritos
|

.Associação Tchiweka. Projecto Trilhos.

.Localização de Visitantes

ImageChef Word Mosaic - ImageChef.com
VocêDivulga - Tráfego de qualidade para seu site com rátio 1:1 VocêDivulga -->
Get your own Poll!
Bem vindo ao meu blog!

. Sou o Que Sou

.Procure Neste Blog

 

.Junho 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30

.Registos Recentes

. Palavras do Coronel e Esc...

. CAPITÃES DO FIM...DO QUAR...

. CAPITÃES DO FIM...DO QUAR...

. Votos amigos

. Votos amigos

. Fotografias do Doutoramen...

. Capitães do Fim

. Trabalho de Investigação

. Natal e Ano Novo

. Caros amigos

.Registos Passados

. Junho 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Abril 2015

. Dezembro 2014

. Setembro 2014

. Junho 2014

. Abril 2014

. Fevereiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

.tags

. todas as tags

.LINKS

Click for Coimbra, Portugal Forecast

.Música

Click for Coimbra, Portugal Forecast

Contador Grátis
Locations of visitors to this page
blogs SAPO

.subscrever feeds